Prefeitura se compromete a estudar propostas para a Conde da Boa Vista que contemple ambulantes

April 17, 2019

Representada na audiência pública que debateu o futuro do comércio popular na Avenida Conde da Boa Vista pelo secretário João Braga (Mobilidade e Controle Urbano), a Prefeitura do Recife aceitou firmar o compromisso de levar em consideração os estudos que foram apresentados no encontro realizado, nessa quarta-feira (17), no plenarinho da Câmara Municipal, lotado de trabalhadoras e trabalhadores ambulantes.

 

O acordo prevê a realizações de reuniões técnicas envolvendo academia, poder legislativo, prefeitura e camelôs, que irão debater a melhor forma de organizar o comércio popular da Conde.

 

 

Além da pesquisa censitária que traçou o perfil socioeconômico dos camelôs, foi exibido o resultado da oficina técnica ministrada pela Universidade Católica, em parceria com o Sintraci, o sindicato da categoria. O trabalho mostrou ser possível, sim, acomodar, urbanisticamente, os 324 ambulantes mapeados pela pesquisa ao longo da Avenida Conde da Boa Vista, uma das principais da cidade.  

 

 

 

Outro resultado do workshop entregue na audiência foi um proposta de regulamentação do comércio informal, matéria chamada de Regulamentação é Solução.

 

 

“Muito bom o estudo (da Unicap). Vamos levar em consideração, mostrar ao nosso pessoal, à nossa equipe. As obras não vão chegar agora ao trecho do shopping. Teremos pelo menos um ano para tratar desse assunto, ir conversando”, disse Braga, após assistir à apresentação e ver a planta do projeto urbanístico.

 

 

 

Até agora, todas as vezes que se manifestou sobre o assunto, a prefeitura afirmou que o projeto de requalificação da Conde da Boa Vista prevê apenas a manutenção de 50 ambulantes, dos 324 mapeados (menos de um um sexto do total). A prefeitura vai receber, oficialmente, cópia dos dois estudos. E será procurada pelo mandato Ivan Moraes (PSOL) para o agendamento de uma reunião.

 

 

Para o presidente do Sintraci, Edvaldo Gomes, a audiência possibilitou mostrar que a categoria sabe também dialogar e apresentar propostas, além de lutar pelo direito ao trabalho. “Foi muito importante para a gente. Chegar aqui na Câmara do Recife e colocar para a prefeitura proposta viável. O Sintraci e a Católica mostraram que da para fazer, requalificar a avenida mantendo todos os pais e todas as mães de família que tiram seus sustento na Conde da Boa Vista.”

 

 

A audiência foi solicitada pelo vereador Ivan Moraes, atendendo a uma demanda do Sintraci. “Uma oportunidade única de sentar à mesa, com propostas viáveis e factíveis para o poder público levar em consideração. Agora é dar prosseguimento ao canal de diálogo, prosseguir dialogando e buscando uma solução que contemple a mobilidade, a acessibilidade, mas também o direito ao trabalho num contexto de crescimento do desemprego e do número de empregos informais”, avaliou Ivan.

 

 

 

 

O vídeo que a gente apresentou no início da audiência você confere aqui:

 

 

 O resultado da pesquisa censitária realizada pelo mandato para prover dados e qualificar o debate, você encontra aqui:

 

 

 

 

Quem não pode participar da audiência pública presencialmente, pode assistir aqui:

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife abandonam obras da Pista de Skate no Parque Santana

April 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo