Visita de fiscalização das obras do Teatro do Parque

August 23, 2018

 

 

A Comissão de acompanhamento das obras e da reabertura do Teatro do Parque solicitou, a Prefeitura do Recife atendeu e ontem, 22 de agosto, a gente acompanhou a primeira visita de fiscalização das obras, após o início dos trabalhos em junho último.

 

Encontramos um canteiro de obras estruturado e com várias frentes de trabalho em andamento, entre as quais: substituição de rede de drenagem, de reboco, pintura, recuperação de janelas e outras esquadrias, além de serviços de restauro, como prospecção de cores e recomposição de ornamentos danificados.

 

A visita foi guiada pela arquiteta da Prefeitura, Simone Osias, que informou sobre os procedimentos em curso, as técnicas de restauro adotadas nas diversas situações, sempre respondendo aos questionamentos feitos pela turma das organizações e movimentos que compõem a Comissão: Guerrilha Cultural, Virada Cultural do Teatro do Parque, Cine Rua, Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões de Pernambuco (SATED-PE) e Conselho Estadual de Cultura.

 

A gente questionou e tivemos resposta que não há previsão de espaço destinado para instalação de uma cabine de transmissão para áudio-descrição, apesar da Lei Brasileira da Inclusão (Lei 13.146/2015) negritar a obrigatoriedade da acessibilidade comunicacional através desse recurso nos teatros e cinemas e o Ministério Público de Pernambuco, por meio do inquérito civil 10009-0/8, ter recomendado a eliminação de barreiras comunicacionais nos cinemas e teatros do Recife.

 

Nosso mandato já providenciou requerimento  indicando que a Prefeitura do Recife viabilize o espaço no projeto, bem como a aquisição da cabine. O mesmo será protocolado na Câmara Municipal do Recife na semana que vem.

 

 

 

Foram muitas as perguntas feitas pela Comissão, e as dúvidas são decorrentes da falta de acesso aos projeto

s, ao cronograma e orçamento que orientam a obra. Durante a visita, a Comissão entregou ao Presidente da Fundação de Cultura, Diego Rocha, um conjunto de ofícios solicitando:

  1. Adequação da placa de obra da conclusão das obras de reforma com ampliação do Teatro do Parque à Lei Municipal Nº 16.854/03, garantindo na placa, o registro das seguintes informações: órgão da prefeitura responsável, nome e endereço da empresa contratada, nome e registro profissional dos responsáveis técnicos, valor da obra e origem do recurso, tamanho da área do serviço, data e início da conclusão da obra.

  2. Acesso ao Orçamento detalhado da obra e plano de trabalho, levando em conta as duas licitações em andamento; Cronograma físico-financeiro da obra; Planilhas de medição referentes aos serviços executados e liquidados/pagos do Contrato de Reforma do Teatro do Parque celebrado com a CONCREPOXI e do atual contrato com a MULTICON ENGENHARIA LTDA

 

À Presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artistico de Pernambuco, Marcia Souto, a Comissão solicitou através de ofício, o parecer técnico da FUNDARPE que analisa o projeto da reforma em andamento.

 

Nosso mandato reforçou os pedidos da Comissão através de requerimentos protocalodos na Câmara Municipal do Recife, e ainda apresentou mais um, destinado Secretário de Planejamento Urbano, para que apresente o parecer da Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural, na íntegra, sobre o projeto de reforma.

 

Todos os requerimentos podem ser encontrados aqui: http://bit.ly/2o2VR0z

 

 

Nossa expectativa é que o ritmo e as condições da obra verificados ontem sejam mantidos de forma constante, para que a requalificação da estrutura física e a restauração da edificação sejam concluídas até o julho do ano que vem, conforme anunciado por Diego Rocha, em 2017, na Audiência Pública sobre o Teatro, que realizamos na Câmara Municipal

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife abandonam obras da Pista de Skate no Parque Santana

April 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo