Voltar ao site

Porto da Madeira sofre com alagamentos e atrasos das obras do PAC Beberibe II

· Notícias,Sala de Imprensa

Nesta quinta-feira (05), a comunidade se reúne com vereador Ivan Moraes (PSOL) e o secretário de saneamento do Recife, Oscar Barreto, para tratar da finalização das obras atrasadas do PAC Beberibe II e dos alagamentos que acontecem anualmente e que colocam a população em situação de risco. A reunião acontece a partir das 19h, na Rua Dona Virtuosa de Lucena.

Chega o inverno e a preocupação em muitas áreas da cidade são os alagamentos. E não são poucas as localidades que sofrem com o problema. Assim é também no bairro do Porto da Madeira, na Zona Norte da cidade, às margens do rio Beberibe. E no inverno deste ano não foi diferente. Em um dos dias que mais choveu no Recife, famílias inteiras tiveram suas casas alagadas e perderam móveis, tiveram a estrutura de suas casas comprometidas, além da situação de alto risco que passaram.

E é por isso que, nesta quinta-feira (05), o vereador Ivan Moraes (PSOL) convidou o secretario de saneamento do Recife, Oscar Barreto, para ouvir a população local sobre a situação das obras em atraso do PAC Beberibe II, que está com a entrega atrasada, e que tem como proposta o saneamento integrado e a urbanização da margem recifense do Rio Beberibe, nos bairros de Porto da Madeira, mas também em Cajueiro, Beberibe, Dois Unidos e Linha do Tiro.

A previsão e entrega da obra era em agosto deste ano, e já se vão quatro meses de atrasos e muitos transtornos têm sido relatados por quem mora próximo a obra, como mais entulhos, problemas de acessibilidade, entre outros. O que em épocas de inverno agrava a situação das famílias.

A obra no valor de R$ 160 milhões, fruto do convênio entre a Prefeitura do Recife e o Ministério das Cidades, deve chegar a 38 mil famílias, quando finalizada, com 3,5 km de vias marginais ao rio Beberibe pavimentadas, iluminação, ciclovia, rede coletora de esgotos e de drenagem das águas das chuvas. No entanto, a dragagem do rio não está prevista na obra e a população quer uma previsão de término da obra, mas também soluções para os alagamentos constantes.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK

...